INSS: Saiba quem pode sacar R$ 1.1000 a partir de HOJE (25)

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) autoriza a partir desta segunda-feira (25) o saque do benefício no valor de R$ 1.100. A expectativa é que mais de 23,3 milhões de aposentados, pensionistas e outros titulares de auxílios do órgão recebam o auxílio.

INSS: Saiba quem pode sacar R$ 1.1000 a partir de HOJE (25)
INSS: Saiba quem pode sacar R$ 1.1000 a partir de HOJE (25) (Imagem: Reprodução Jornal O Norte)

Neste grupo estão segurados que, normalmente, recebem aposentadoria, pensão, auxílio-doença entre outros benefícios.

Os pagamentos são organizados pelo final do cartão de pagamento. Nesta segunda-feira (25), por exemplo, recebem àqueles que o final do cartão é 1. Os cidadãos que recebem o piso nacional, os pagamentos serão liberados para um grupo por dia.

Cada benefício pago pelo INSS é composto por uma numeração única e segue um padrão de 10 dígitos no seguinte formato: 999.999.999-9. O número a ser observado será o penúltimo, desconsiderando o dígito.

Leia mais: Prefeito de Manaus oferece NOVO auxílio de R$ 200; saiba QUEM tem direito

Calendário piso nacional:

Grupo 1 – 25/jan

Grupo 2 – 26/jan

Grupo 3 – 27/jan

Grupo 4 – 28/jan

Grupo 5 – 29/jan

Grupo 6 – 01/fev

Grupo 7 – 02/fev

Grupo 8 – 03/fev

Grupo 9 – 04/fev

Grupo 0 – 05/fev

Quem recebe mais

O INSS possui 11,7 milhões de segurados que recebem a partir de um salário mínimo. Esses segurados só receberão o seu pagamento com o reajuste de 5,45% feito pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) a partir da primeira semana de fevereiro.

Sendo assim, o INSS irá efetuar o pagamento por dois grupos por dia, também organizados pelo final do cartão de pagamento.

Calendário de pagamento acima de um salário mínimo:

Grupos 1 e 6 – 01/fev

Grupos 2 e 7 – 02/fev

Grupos 3 e 8 – 03/fev

Grupos 4 e 9 – 04/fev

Grupos 5 e 0 – 05/fev

Leia mais: INSS: Saiba QUANTO autônomos e MEIs vão pagar de contribuição em 2021

Novo salário mínimo no INSS

O novo salário mínimo de 2021 começa a valer a partir desta segunda (25) para os segurados do INSS. O piso nacional é utilizado como base pelo governo federal para definir os pagamentos dos benefícios do INSS.

Em 2020, o piso nacional era de R$ 1.045. Em 2021, o salário mínimo foi definido em R$ 1.100. Quem ganha mais do que o piso nacional recebe em datas diferentes.

Ele teve um reajuste de 5,26% o que deve ficar acima da inflação do ano passado, medidos pelo INPC e pelo IBGE, o que significa um aumento real, e não só um reajuste conforme a inflação.

Mariana Castro é formada em Pedagogia pela Universidade Brás Cubas em Mogi das Cruzes – SP. Atualmente trabalha como professora na rede privada de ensino e dedica-se a redação do Jornal O Norte.