Pesquisa para prefeito do Recife 2020: Veja quem é o candidato FAVORITO das eleições

Em Recife, 11 candidatos disputam a prefeitura nas eleições 2020. Uma pesquisa Ibope encomendada pela TV Globo e pelo Jornal do Commercio aponta que João Campos, do PSB, está à frente na corrida eleitoral e tem 33% das intenções de voto. Ele é seguido por Mendonça Filho (DEM), Marília Arraes (PT) e Delegada Patrícia (Podemos).

Pesquisa para prefeito do Recife 2020: Veja quem é o candidato FAVORITO das eleições
Pesquisa para prefeito do Recife 2020: Veja quem é o candidato FAVORITO das eleições. (Imagem: Câmara dos Deputados)

Com a margem de erro, os três candidatos estão tecnicamente empatados. Brancos e nulos somaram das intenções 14% e 3% dos entrevistados não responderam ou ainda não sabem em quem vão votar. Foram entrevistadas 1.001 pessoas entre os dias 13 e 15 de outubro e o nível de confiança é de 95%. Confira os números.

Pesquisa de intenções de voto em Recife nas eleições 2020

  • João Campos (PSB): 33%
  • Mendonça Filho (DEM): 18%
  • Marília Arraes (PT): 14%
  • Delegada Patrícia (Podemos): 13%
  • Claudia Ribeiro (PSTU), Coronel Feitosa (PSC), Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB) e Carlos (PSL): 1%
  • Charbel (Novo) e Thiago Santos (UP): menos de 1%

O candidato Victor Assis, do PCO, não foi citado pelos entrevistados na pesquisa. Em relação a última pesquisa Ibope, divulgada no dia 2 de outubro, João Campos subiu dez pontos percentuais. Mendonça Filho perdeu um ponto percentual; Arraes se manteve com 14% e a Delegada Patrícia oscilou dois pontos para cima.

No levantamento sobre rejeição, os líderes também são João Campos e Mendonça Filho, que estão tecnicamente empatados, com 28%, assim como Coronel Feitosa. Marília Arraes tem 19% de rejeição e a Delegada Patrícia, 14%.

Leia mais: Eleições 2020: ‘Recife está saturado com governos de esquerda’ diz candidato do município

Entre os entrevistados, 7% disseram não saber ou preferiram não responder e 2% disseram que poderiam votar em todos os candidatos. As porcentagens foram: João Campos (PSB), Mendonça Filho (DEM) e Coronel Feitosa (PSC) com 28%; Charbel (Novo), 22%; Carlos (PSL), Victor Assis (PCO) e Thiago Santos (UP), 21%; Marília Arraes (PT), 19%; Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB), 18%; Claudia Ribeiro (PSTU), 15% e Delegada Patrícia (Podemos), 14%.

Na simulação de segundo turno, João Campos só perderia para a Delegada Patrícia. A candidata é a única que empata tecnicamente com os oponentes nos cenários previstos. Em um possível embate entre João Campos e Mendonça Filho, o primeiro teria 48% das intenções de voto, enquanto Filho teria 33%.

 

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.