PIX: Banco Central estipula NOVA DATA para oferta de QR Code em 2021

O Banco Central anunciou o adiamento da data para oferta de QR Code no novo sistema de pagamentos, PIX. Inicialmente, a data divulgada foi 4 de janeiro do próximo ano. Contudo, nesta segunda-feira (14), a data foi modificada mediante uma Instrução Normativa publicada no Diário Oficial da União (DOU).

PIX: Banco Central estipula NOVA DATA para oferta de QR Code em 2021
PIX: Banco Central estipula NOVA DATA para oferta de QR Code em 2021 (Imagem: Reprodução/Exame)

O QR Code será uma complementação do PIX Cobrança e funcionará para pagamentos com vencimento. O sistema de pagamento instantâneo garante a possibilidade de modificar a data do vencimento e emitir um código com prazo futuro. Os lojistas precisam implantar a nova funcionalidade até 15 de março.

Os inclusos no novo sistema financeiro na categoria de conta transacional precisam cumprir a determinação do novo prazo e associar a ação à modalidade de cobranças, seja por meio do QR Code ou por meio do Pix Copia e Cola.

Leia mais: Casa Verde e Amarela traz benefícios aos estados do Norte e Nordeste em 2021

Segundo o Banco Central, essa modalidade funciona como um mecanismo que permite a disponibilidade de liberação de boleto para pagamento. A integração de multas, juros ou descontos será uma ferramenta permitida aos comerciantes.

Este sistema de cobrança para pagamentos imediatos já está em funcionamento no Brasil desde o dia 16 de novembro. Para executar no sistema, o comprador precisa apontar o celular no QR Code que a transação é efetuada.

Pix

A nova estratégia tem o principal intuito de facilitar as transações e garantir a instantaneidade dos pagamentos que podem ser executada em até 10 segundos. Outra mudança no sistema é a ausência de intermediários, já que atualmente há a necessidade de conta destino e origem, além de adquirente da máquina, bandeira de cartão, processador e banco, por exemplo.

Com o PIX, há um compilado nas transações e há necessidade apenas que as contas estejam integradas ao novo sistema de pagamento, auxiliando a dinâmica e otimizando tempo.

Leia mais: Auxílio emergencial: Cerca de 3,4 MILHÕES de beneficiários recebem NOVA parcela HOJE (14)

Segundo o sênior da consultoria Roland Berger, João Bragança, há uma transformação, um avanço significativo com novo sistema:

“Essa mudança transforma o pagamento em commodity e a protagonista do processo é a conta – o meio pelo qual os participantes vão acessar e monetizar seus clientes.”

 

Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do Jornal O Norte traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.