Quanto tempo falta para solicitar a SUA aposentadoria do INSS? Simule aqui

A dúvida que acaba surgindo entre os contribuintes é sobre quanto tempo falta para que a aposentadoria pelo INSS seja solicitada. Com a reforma da previdência de 2019 e a mudança ocasionada por ela, essa incerteza se torna mais comum do que imaginamos. 

Quanto tempo falta para solicitar a SUA aposentadoria do INSS? Simule aqui
Quanto tempo falta para solicitar a SUA aposentadoria do INSS? Simule aqui (Imagem / Montagem Jornal O Norte)

Simulação 

O Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) oferece a opção de simulador para aposentadorias. Ele foi disponibilizado em 2020 com o objetivo de tirar dúvidas aos segurados a respeito da situação da aposentadoria. 

Com esse simulador é possível verificar sua situação atual e saber quanto tempo exatamente falta para o tão esperado benefício. 

Leia mais: INSS: Aposentados que ganham acima de um salário mínimo terão REAJUSTE

O sistema é atualizado de acordo com a reforma da Previdência. O contribuinte vai acessar o site ou aplicativo ‘Meu INSS’. No próprio site existe a opção de realizar o cadastro inicial para ter acesso.

Com o cadastro concluído é só seguir passo a passo:

  • Acessar o portal ‘Meu INSS’;
  • Em ‘Serviços em Destaque’ ou na barra lateral clicar no ícone ‘Simular Previdência’;
  • Após o clique alguns dados são revelados. São eles: dados cadastrais e tempo de contribuição;

Com as informações acima já é calculado os tipos de aposentadorias e quanto tempo ainda é necessário.

Por enquanto o simulador só vale para quem se cadastrou até o dia 19 de novembro de 2019. 

Novas regras do INSS

A reforma estabelece uma idade mínima para aposentadoria de 62 anos para as mulheres e 65 anos para os homens. Ambos precisam contribuir por 15 anos. 

Por outro lado, homens que entraram no mercado de trabalho depois que a reforma começou a valer terão de cumprir 20 anos de contribuição.

Também sofreram alterações as regras para servidores, professores, policiais, nas pensões por morte, nas aposentadorias por invalidez e do deficiente.

Leia mais: IPTU 2021: Passo a passo para emissão da 2ª via e pagamento do imposto

Existem também três grupos de trabalhadores que podem se encaixar na Reforma previdenciária ou nas regras de transição. São eles:

  • Aqueles que já tinham atingido os requisitos básicos para o benefício até o dia 13 de novembro de 2019;
  • Os trabalhadores que começaram a contribuir a partir da Reforma da Previdência, em 12 de novembro;
  • E trabalhadores que já estavam no mercado de trabalho no momento da aprovação, mas que ainda não atingiram os requisitos mínimos para se aposentar.

O primeiro exemplo acima não será atingido pela reforma nem pela regra de transição. No segundo grupo já passam a valer as novas regras. Por fim, o terceiro exemplo se encaixa nas regras de transição.