Réveillon 2021 em Maceió CANCELADO? Prefeitura toma decisão sobre festividades

Em virtude do cenário de pandemia provocado pelo novo coronavírus, muitas cidades do Brasil cancelaram  ou readaptaram as festividades de final de ano – entre elas, Maceió. A prefeitura do município anunciou, na terça-feira (1), o cancelamento da tradicional queima de fogos na orla da capital alagoana. A iniciativa foi tomada após reunião entre o Ministério Público, o Governo do Estado, a iniciativa privada e a prefeitura do município.

Réveillon 2021 em Maceió CANCELADO? Prefeitura toma decisão sobre festividades
Réveillon 2021 em Maceió CANCELADO? Prefeitura toma decisão sobre festividades (Imagem: Reprodução / Google)

A decisão se fundamenta no cumprimento do Plano de Distanciamento Social Controlado do Governo do Estado e a recomendação do Ministério Público Estadual (MP-AL) e se estende para a orla de Maceió e também no Benedito Bentes. A iniciativa foi tomada com o intuito de prevenir à disseminação do vírus e proteger o município de uma contaminação desenfreada.

Leia mais: Natal e Réveillon 2021 em Caruaru serão CANCELADOS por causa da Covid-19? Saiba aqui!

Para facilitar o controle e o estudo de casos da Covid-19, o Ministério da Saúde dividiu os municípios em fases. Estas fases também tem o intuito de administrar a retomada da economia levando em consideração a situação de saúde da região. No total, as fases foram divididas em cinco cores:

  • Vermelha;
  • Laranja;
  • Amarela;
  • Verde;
  • Azul.

A fase vermelha é considerada de maior contaminação. Neste momento, funcionarão apenas os serviços essenciais. A fase laranja é uma etapa de controle com baixos percentuais de flexibilização dos serviços. Na etapa amarela, as atividades são retomadas com um percentual de 40% da capacidades em horários alternados.

Na fase verde acontece a flexibilização parcial com retorno de 60% das atividades. Já a fase azul, é a última e caracteriza como sendo a liberação de todos os serviços respeitando o protocolo sanitário.

Maceió encontra-se na fase azul e tem permissão de realização de eventos com até 300 pessoas. Como o Réveillon e Natal são festividades que atraem uma quantidade significativa de turistas, o município decidiu manter a decisão de cancelamento.

Leia mais: Conta de luz aumenta NESSES estados a partir de hoje (1º)

“Após a discussão sobre a viabilidade do tradicional show pirotécnico na orla de Maceió, o Ministério Público entendeu que não há requisitos legais possíveis para a realização da queima de fogos, porque o decreto estadual que estabelece a Fase Azul na atual situação de pandemia proíbe a realização de eventos com público acima de 300 pessoas. Sendo um evento chamativo e que atrai todos os anos milhares de pessoas, então não haverá queima de fogos de fim de ano”, anunciou Jai Galvão, secretário de cultura do município.

As pessoas que desejam realizar eventos privados precisam antes de autorização da Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs).

 

Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do Jornal O Norte traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.