Carnaval 2021: Alagoas não terá ponto facultativo; entenda a decisão

O governador do estado de Alagoas, Renan Filho, disse nesta segunda-feira (25), durante entrevista coletiva para a imprensa, que deve realizar um novo decreto nos próximos dias, tratando sobre medidas emergenciais para o Carnaval 2021. 

Carnaval 2021: Alagoas não terá ponto facultativo; entenda a decisão
Carnaval 2021: Alagoas não terá ponto facultativo; entenda a decisão (Imagem: Reprodução / Google)

De acordo com Renan, será improvável dar ponto facultativo, já que ainda é encarado uma pandemia e as aglomerações devem ser evitadas.

“Nós vamos verificar como a situação vai ficar, e é óbvio que eu vou olhar o que os outros estados vão fazer também e alinhar tudo em conversas com a sociedade civil organizada, prefeituras e Ministério Público. Mas dificilmente o servidor público vai ser beneficiado com ponto facultativo”, explicou.

Alagoas não vai ser o primeiro lugar brasileiro a optar por não ser feriado nos dias 15 e 16 de fevereiro. Belo Horizonte, Cuiabá e Fortaleza também entraram nessa lista. 

Leia mais: ÚLTIMA semana para adesão ao Simples Nacional; saiba como fazer

Carnaval Brasil a fora

Apesar de um ano atípico, os artistas prometem agitar as datas com muita música através das lives que já vinham sendo alternativas desde 2020.

O bloco Olodum pretende se reunir para realizar uma apresentação virtual no dia 12 de fevereiro às 19h. 

Daniela Mercury também tem um encontro marcado no mesmo dia. A live é intitulada de “Carnaval virtual da rainha”. 

Já no dia 13, Ivete Sangalo e Claudia Leitte prometem uma grande live juntas. No dia 14 será a vez do ex-Chiclete com Banana, Bell Marques. 

Leia mais: Carnaval 2021 na Bahia CANCELADO? Entenda a decisão do governo na pandemia

Blocos famosos como o Galo da Madrugada e Homem da Meia-Noite também prometem fazer uma live em fevereiro já que está proibida a saída pelas ruas. 

Plano de vacinação no estado

A coletiva em Alagoas ainda tratou sobre o recebimento das doses de vacina.

Segundo foi explicado pelo governador, a vacina Oxford/AstraZeneca, recebida na madrugada do domingo (24), será utilizada como primeira dose. 

Com isso, cerca de 27.500 pessoas serão vacinadas com as doses recebidas, o que significa, que todos os idosos acima de 85 anos no estado deverão receber estas vacinas que chegaram.

A segunda dose só será recebida dentro de três meses, mas até lá, existe a expectativa de receber novamente remessas da mesma vacina.