Enem 2020: Quem pode pedir reaplicação da prova? Passo a passo para solicitar!

Até o dia 29 de janeiro deste ano, os inscritos no Enem 2020 (Exame Nacional do Ensino Médio) que sentiram os sintomas do novo coronavírus no período do exame regular e conseguiram comprovar a infecção poderão solicitar a reaplicação das provas.

Enem 2020: Saiba QUEM pode pedir reaplicação da prova e COMO fazer (Imagem: Tânia Rêgo/Agência Brasil )
Enem 2020: Saiba QUEM pode pedir reaplicação da prova e COMO fazer (Imagem: Tânia Rêgo/Agência Brasil )

De acordo com informação divulgada pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), os novos pedidos de reaplicação que forem realizados entre os dias 25 e 29 de janeiro serão analisados pela autarquia responsável pelo exame.

Mais de 5 mil candidatos inscritos do Enem em todo o país pediram reaplicação da prova no primeiro período de solicitação aberto pelo Inep, entre os dias 11 e 16 de janeiro, por apresentarem sintomas de doenças respiratórias.

Leia mais: Enem 2020: Prova digital também será presencial; saiba TUDO sobre a nova modalidade

O sistema foi fechado no sábado (16) para processamento das solicitações recebidas pelo instituto, com intenção de liberação de resposta pouco antes do primeiro dia do Enem 2020.

De acordo com o G1, candidatos diagnosticados após 16 de janeiro poderão entrar na Página do Participante entre 25 e 29 de janeiro para enviar o laudo médico.

Como fazer a solicitação de adiamento do Enem 2020

Para fazer a solicitação, os candidatos terão que apresentar um documento legível que comprove a doença na Página do Participante. O documento precisa conter:

  • Nome completo do participante
  • Diagnóstico com a descrição da condição
  • Código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID 10)
  • Assinatura e identificação do profissional competente, com o respectivo registro do Conselho Regional de Medicina (CRM), do Ministério da Saúde (RMS) ou de órgão competente
  • Data do atendimento
  • Documento deve ser anexado em formato PDF, PNG ou JPG, no tamanho máximo de 2 MB.


Segundo o órgão, os candidatos devem acompanhar se a solicitação foi aprovada ou reprovada na Página do Participante.

Leia mais: Sisu 2021: UFPE altera pesos e ponto de corte em 24 cursos através do Enem

Acirramento na Justiça pelo adiamento no Enem

Mesmo com pedidos de estudantes e de entidades estudantis e científicas frente ao crescente número de casos do novo coronavírus no país, ações movidas por advogados e pela Defensoria Pública da União foram negadas. 

Em São Paulo, a Justiça Federal manteve decisão que assegurou a aplicação das provas do Enem 2020 em janeiro. O TRF-3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região) alegou que o exame é de interesse público e, por isso, de difícil postergação.

No mesmo dia, em Pernambuco, um advogado solicitou o adiamento das provas do Enem 2020 em caráter de urgência em liminar encaminhada à Justiça Federal de Pernambuco devido aos casos da Covid-19 no estado.

O juiz federal em exercício na 12ª Vara Federal de Pernambuco, Augusto Cesar de Carvalho Leal, decidiu remeter o pedido para o adiamento do Enem 2020, declarando conflito de competência por haver algo similar em São Paulo, citando o caso da Defensoria Pública da União.

Jornalista graduada pela FAPCOM (Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação). Foi repórter do site MigraMundo e Startupi, atuou na comunicação de ONG e em assessoria de imprensa. Atualmente trabalha como jornalista freelancer e redatora do Jornal O Norte.