Prova de vida do INSS só será exigida em 2021; confira detalhes da prorrogação

Os beneficiários do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) que estão com a realização da prova de vida pendente não terão os benefícios bloqueados até janeiro de 2021. Em período normal, fora do cenário de pandemia, aposentados precisariam ter realizado o recadastramento de senha entre março e novembro ou, ainda, fazer o procedimento em dezembro deste ano. 

Prova de vida do INSS só será exigida em 2021; confira detalhes da prorrogação (ReproduçãoGoogle)
Prova de vida do INSS só será exigida em 2021; confira detalhes da prorrogação (Reprodução / Google)

As competências de novembro e dezembro deverão ter a prorrogação da liberação da exigência, oficialmente, nesta segunda-feira (30), data em que estava prevista a retomada dos bloqueios.

Apesar da suspensão do recadastramento, os interessados em regularizar a comprovação podem fazer o serviço quando forem ao banco, por ventura. De acordo com o INSS e a Febraban (Federação Brasileira de Bancos), os bancos mantiveram o atendimento aos beneficiários interessados em renovar suas senhas.

Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, Itaú e Santander confirmaram que aposentados e pensionistas do INSS podem realizar o procedimento nas agências.

Leia mais: FGTS emergencial: ÚLTIMO dia para movimentar benefício; saiba como fazer

Ao portal Folha de Pernambuco, alguns bancos orientaram que há horário especial para atendimento a aposentados, pensionistas e pessoas do grupo de risco para a Covid-19. 

Vale destacar também que o beneficiário deve estar atento às datas para comprovação nos bancos, pois cada instituição financeira determina o período mais adequado à sua gestão.

Alguns bancos utilizam a data do aniversário do beneficiário, assim como há os que convocam o beneficiário na competência que antecede o vencimento da fé de vida.

Retomada da comprovação

Quando a exigência for retomada, quem não realizar a prova de vida terá a renda bloqueada. Os beneficiários precisarão comparecer à agência onde recebem o benefício. Será preciso apresentar um documento de identificação (carteira de identidade, carteira de trabalho, carteira nacional de habilitação e outros), com foto, para provar que está vivo e ter o pagamento restabelecido.

Algumas instituições financeiras já utilizam a tecnologia de biometria nos terminais de autoatendimento.

Leia mais: CNH gratuita pode ser GOLPE; saiba como identificar

Prova de vida do INSS

Feita anualmente pelos beneficiários do INSS, A prova de vida deve ser realizada no banco em que o cidadão recebe o crédito. Apenas neste ano que o requerimento foi suspenso por conta da pandemia do coronavírus, desde o mês de março.

Jornalista graduada pela FAPCOM (Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação). Foi repórter do site MigraMundo e Startupi, atuou na comunicação de ONG e em assessoria de imprensa. Atualmente trabalha como jornalista freelancer e redatora do Jornal O Norte.