Trabalha na área cultural? Saiba como ganhar até R$ 20 mil em premiação no Amapá

O estado do Amapá anunciou o lançamento de um concurso que proporciona premiações com valores de até R$ 20 mil para artistas culturais. O prêmio ‘Siney Saboia’ trabalha no reconhecimento de 300 apresentações, sendo 150 individuais e 150 coletivas. Para participar, é necessário seguir algumas regras dispostas no edital.

Trabalha na área cultural? Saiba como ganhar até R$ 20 mil em premiação no Amapá
Trabalha na área cultural? Saiba como ganhar até R$ 20 mil em premiação no Amapá (Imagem: Sesc Amapá/Divulgação)

Para se candidatar ao prêmio é preciso realizar um cadastro preenchendo o formulário, disponibilizado no edital do processo seletivo, e enviar o documento para o e-mail:

Para ser aprovado, o questionário deve ser, obrigatoriamente, enviado em formato PDF.

De acordo com a Secretaria de Estado de Cultura (Secult), existe uma série de regras para participar do concurso, como comprovar a atividade artística com o prazo de no mínimo 10 anos.

Leia mais: Isenção da conta de Luz no Amapá é proposta do governo; veja QUEM terá direito

A pontuação do exame vai ser determinada após algumas análises, como:

  • Contribuição no processo de formação de plateia;
  • Trajetória do candidato;
  • O que fez para a escola artística e quais ações contribuíram diretamente na disseminação da arte.

As inscrições seguem abertas até o dia 11 de dezembro deste ano. O recurso investido na premiação foi de R$ 4,5 milhões e é proveniente da Lei Aldir Blanc.

Lei Aldir Blanc

A Lei Aldir Blanc está entre a lista de recursos e portarias regulamentadas pelo Governo Federal. A principal função é garantir o sustento às pessoas que foram prejudicadas pela crise provocada pela pandemia do novo coronavírus no Brasil.

O Governo Federal liberou cerca de R$ 3 bilhões para o projeto. O destino orçamentário custeia o pagamento de três parcelas do benefício, realiza a manutenção de espaços artísticos, chamadas públicas e editais para a categoria cultural.

Leia mais: Prova de vida do INSS só será exigida em 2021; confira detalhes da prorrogação

Mário Frias, atual secretário da Cultura, reiterou as regras para o cadastro de indivíduos e estados:

“A regulamentação nada mais é do que uma tábua de regras, um manual de informação para os estados, os municípios, para os artistas, para a população em geral, poderem saber como se cadastrar para poder ter acesso ao auxílio emergencial que a lei propõe.”

Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do Jornal O Norte traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.